Resenha - Memórias de uma Gueixa

04:29

Livro de uma sensibilidade surpreendente e dolorosa. A autor nos propõe um mergulho profundo em uma cultura milenar que guarda muitos segredos.

Pelos incomuns e lindos olhos de Sayuri temos visão de um mundo um tanto cruel, onde as mulheres não tem escolha, vivem da melhor maneira que conseguem,e abrem mão do amor e da felicidade.

Devo dizer que não me choquei com a estória, o que é de se esperar. A verdade é que acabei comprando por "acaso", era o ultimo exemplar na livraria e estava em promoção. Enfim não pude resistir, mais fiquei com um pouco de medo, pois amo o filme e não esperava que o livro fosse tão parecido (veja que dessa vez os papéis estão invertidos).

Não posso dizer muito sobre o livro, apenas que é uma leitura rica em detalhes. A maneira como a protagonista se expressa já valeria todo dinheiro gasto nele. Ela fala de maneira poética sobre coisas que me passariam despercebidas, e em certos momentos senti que podia ouvir até o tom que ela empregava em suas comparações.

Fiquei um pouco confusa com a nota do tradutor nas primeiras páginas que dizia que Sayuri o havia contado a estória, que era algo real, mas creio que, ou eu não entendi direito, ou a editora/tradutora deveria ter explicado melhor, porque nos agradecimentos a primeira coisa que o autor diz é que não é uma estória real (que bom que eu sempre leio os agradecimentos). Eu acho que o objetivo era mostrar que ela apenas narrava e um escritor fictício escrevia em inglês, enfim nada que afete a leitura...

O final é um tanto inusitado, mas o autor merece cinco estrelas apenas pelo trabalho de pesquisa, é impressionante a forma como descreve o mundo feminino, e não o "comum" ao qual estamos acostumados, mas um distante e que não abre brechas facilmente.

O livro é encantador, mas nesse caso como são tão parecidos, fico com o filme que, além de focar o essencial, possui um figurino e fotografias incríveis.

Continue a nadar!

0 comentários