"Passei a minha vida dobrada entre as páginas dos livros."

04:55

A estória da Juliette se passa em um futuro onde a terra está morrendo por causa da poluição. Um novo governo que prometeu solucionar todos os problemas chegou ao poder e agora está destruindo tudo que restou da sociedade doente. Juliette tem 17 anos e a 264 não toca em ninguém.


Há meses ela está presa em um manicômio porque assassinou alguém. Seus pais ficaram felizes por se livrar dela porque sabem que sua filha é um monstro. Juliette também tem consciência disso, e passa seus dias se martirizando pelo que fez. Até que inesperadamente ela se vê dividindo a "cela" com um garoto estranhamente familiar.


O livro me conquistou desde o início. Eu realmente não iria lê-lo mas durante a Maratona Literária acabei colocando-o na minha lista e, foi assim que aconteceu, amor a primeira lida (sempre apareço com bons trocadilhos né). Os conflitos internos da Juliette me sensibilizaram e eu realmente não conseguiria achar esse livro ruim.


Desde o primeiro capítulo a autora nos presenteia com trechos muito ricos e dramáticos. Durante a leitura eu quase cheguei as lágrimas lendo o que a Juliette escrevia em seu diário. Elaborei teorias insanas mas no fim fiquei de queixo caído com a explicação que autora nos oferece. A verdade é que eu fiquei dizendo: "não acredito que não pensei nisso antes". Mafi me conquistou com o final porque eu amo esse gênero de aventura (sem spoilers).


Agora preciso falar do mocinho... Durante a leitura eu simpatize com o Adam mais no momento que a Juliette encontra com o Warner ficava na dúvida. Mais até onde o meu twitter atesta fiquei totalmente team Adam quando acabei Estilhaça-me.

Enfim, no ranking de melhores distopias essa fica em segundo lugar (logo depois de Jogos Vorazes). Por incrível que parece conseguiu tirar o posto do Maxon...ops de A seleção.

Obs.: Esse post foi escrito depois da leitura dos livros Destrua-me e Liberta-me. Posso ter cometido algum erro mais a resenha continua imparcial, por exemplo, agora eu sou totalmente team Warner mais preferi postar a informação que encontrei no meu twitter acredite eu não me lembrava de ser team Adam.

Continue a nadar!

0 comentários