Ele

06:36

Eu escrevo porque a minha memória costuma me trair. Estou sempre tão distraída que quando preciso evocar uma lembrança ela vem a mim de maneira ofuscada, como se eu não houvesse vivido aquilo, então escrevo.

Eu me lembro da primeira vez que o vi. Eu já sabia o nome, mas não conhecia o rosto, e nunca, nunca nem ao menos uma sobra de pensamento romântico passou pela minha cabeça em relação à aquele cara.
Bom isso é bem óbvio, eu sou um tipo de garota muito raro, eu não reparo nas pessoas, ou no que elas vestem ou até mesmo no que elas falam. Isso as vezes é uma falha, então sim, nunca pensei nele de uma maneira diferente, ele era apenas um estranho com um rosto e uma voz. Para os outros ele devia ser algo mais. Eu apenas gostaria de voltar no tempo e olhar direito, ver cada detalhe.

Se passou tanto tempo desde aquela primeira vez que o vi. Eu nunca fui de muitas paixões mas houve dois "erros". Um erro lindo e outro lastimável, mas erros porque não eram aquele que eu amo agora. Não me arrependo porque eu me tornei uma pessoa melhor depois de tudo isso.

É impressionante o poder que nos envolve a cada dia. Eu entendo as pessoas que escolhem não acreditar, talvez isso seja outra falha mas eu tenho uma estranha tendência de compreender as pessoas, suas motivações, suas feridas. Então eu entendo porque o nosso mundo está tão vazio de fé. Porém eu já vi tantos milagres, eu seria tola se não acreditasse. E sim, esse meu pequeno milagre aconteceu de maneira inexplicável e sou grata. Imensamente grata.

É possível amar alguém que você ainda não conhece? Talvez eu ame a ideia de conhece-lo.
E eu o vi, realmente e isso alivia um pouco o fardo dos dias. Eu apenas queria que ele também tivesse me visto, mas eu aceito a minha escolha. Eu não vejo retorno para esse caminho e aceito isso. Sem arrependimentos.

Talvez eu devesse escrever tudo isso de maneira mais poética, mas eu apenas quero me lembrar. Quando tudo ficar difícil quero me lembrar que eu o escolhi. Quero me lembrar de ter fé. Quero me lembrar de ser uma boa pessoa, mesmo estando longe disso. E acima de tudo eu quero me lembrar de amar, mesmo que não faça sentindo, mesmo que as vezes eu venha a chorar.

Nenhum outro garoto havia me arrancado lágrimas antes, mas se hoje eu choro de tristeza eu acredito que um dia essas lágrimas serão de alegria.


Continue a nadar!

0 comentários