Abrigo

04:10

A vida é cheia de ventanias. Há momentos em que sinto que não vou resistir, que o vento vai me engolir e me levar, mas, nesses momentos eu sempre encontro um abrigo. Um trecho em um livro, um poema triste e bonito, uma canção antiga que enche meu coração de alegria, um sorriso gentil ou um abraço sincero. Há momentos em que a solidão até parece mais forte que todo o vento, então eu escrevo. Sobre o medo. Sobre a saudade, a palavra mais bonita e mais doída do nosso dicionário. Escrevo porque as palavras podem trazer vida, consolo. As palavras são meu refúgio onde encontro compreensão.

Continue a nadar!

0 comentários