Ainda não é pra você idiota!

04:42

Eu nem sei do que te chamar. 

Faz mais de um ano que te chamei de amor pela ultima vez e, não parece certo. Eu passei por muita coisa durante esse tempo. As estações se fundiram e eu nem vi quando a chuva deu lugar ao sol escaldante. 

O seu violão que agora é meu ficou abandonado, faz tempo que a música se calou por aqui. Mas outras coisas ganharam voz. Outro alguém.

Eu acho que nunca será como foi com você. Tudo era tão novo e especial, mas de certa forma, quem eu amo agora faz tudo ser melhor, real. Ele também vê filmes bem ruins mas a cada briga que superamos sem um adeus eu sei que vale a pena deixar pra lá esse defeito, qualquer um na verdade.

Nós poderíamos ter dado certo, poderíamos ter durado a vida inteira, mas não aconteceu. Eu ainda não entendo porque sinto necessidade de te escrever nessa data específica... O dia da sua partida. Penso que é uma maneira de a todo ano me lembrar que até as melhores coisas da vida tem um fim. 

Eu te escrevo pra me lembrar do seu adeus, mas também pra não me esquecer que eu deixei você ir. Para não esquecer que independente do que acontece na vida sou eu a responsável pelas minhas escolhas. E eu aceito cada consequência. 

Durante muito tempo foi difícil não te ter aqui, me consolei com seus restos, mas agora você não é nada além de uma lembrança, um lembrete de que a vida passa, as pessoas se vão e não voltam. 

Você foi e sempre será quem mais me ensinou nessa vida. Com você eu aprendi sobre esperança, sobre saudade, sobre consolo. Eu não te amo mas amo tudo que restou de você em mim. Eu amo você ter me tornado uma pessoa melhor. Com os seus erros eu aprendi a superar os meus e por isso sou grata. Sou eternamente grata por toda sua falta de amor. 

Acima de tudo sou grata pelo seu adeus, porque sem isso eu não teria o amor que está do meu lado agora. Esse cara que me faz acreditar em absurdos como amor pra vida inteira. Você foi quem me ensinou a ser forte sozinha e ele me ensina que não preciso de um término doloroso repleto de lágrimas para provar a minha coragem. Nós somos fortes juntos, nós dois somos perfeitos juntos. E eu devo isso a você. Obrigado por nunca ter voltado, obrigado por nunca ter realmente me amado.

Continue a nadar!

0 comentários