Respire, respire, respire

23:02

Todos temos maneiras diferentes de fugir dos problemas, alguns bebem, outros escutam música, eu escrevo. Mas, hoje não tenho nenhum problema do qual fugir. Hoje eu quero dividir esse sentimento bom de que as coisas vão bem. É tão raro, então me acompanhe: respire fundo e pense que no fim tudo vai dar certo. 

Mas, eu estava um pouco desesperada dias atrás. O que me apavorou foi a perspectiva de decepcionar as pessoas. Tudo bem se nada der certo, contando que isso não atinja quem está ao meu redor. Tudo bem se eu conseguir manter o caos dentro de mim, mas na maioria das vezes despejo minhas frustrações em quem está ao meu lado. 

Minha mãe me disse que pessoas inteligentes são assim. Que eu tenho essa dificuldade de ser levada para qualquer decisão superficial porque tem algo especial dentro da minha cabeça. Confesso que faz muito bem para o ego pensar dessa forma, pensar que existe alguma espécie de genialidade aqui dentro. Mas, acho que não sou só eu que tenho esses padrões de comportamento. Todos nós somos um pouco pirados no fim das contas. 

Mas, no fim tudo fica bem. Mesmo que custe o trabalho de noites e noites sem dormir. Mesmo que custe nosso orgulho ou nossa paciência. A vida é feita de ciclos e as coisas darem errado é parte disso. Depois tudo dá certo e começamos de novo. 

E claro, eu penso bastante. Hoje cheguei a conclusão que pode-se comparar a vida a qualquer coisa que fará sentido. Uma montanha russa, um rio calmo, uma tempestade revolta, uma latinha de Coca-Cola. Acho que no fim somos todos poetas e por isso sempre inventamos um sentido para as coisas fora do controle como os problemas, a vida e as angústias cotidianas.

O importante é respirar fundo e continuar respirando. 

Continue a nadar!

0 comentários