Etéreo

12:00

Texto escrito em parceria com Welker Mello. Leia mais textos em Poeta da Escuridão.

Lá, onde nada existe
avistei a saída de algum lugar
sem muito o que ter, nada pude levar
sem pressa, sem hora de chegar.

Mas, meu coração
atropelava meus pensamentos
a cada respiração
crescia meu sentimento.

Coração pulsante, mãos a tremular.
O doce do seu perfume me faz sonhar.
Será ilusão? Será um doce quimera?
Não sei, mas é o que sinto perto de você...

Supera
Meus sonhos errantes,
meus dias como vagante.
Seus olhos me mostram o caminho,
suas mãos me enchem de sentido.

Ah, se tu soubesse como anseio por seu amor!
Como imploro por um pouco da sua atenção.
Te vejo todos os dias, mas não consigo dizer nada.
A vergonha me impede, mas a esperança em mim vive.

Esperança de que com você
eu encontre um lugar
onde tudo que exista seja o nosso amor.
Onde nada mais importe além desse amor.

Continue a nadar!

0 comentários