Eu estou feliz porque eu estava bonita

11:00

Amor, foi um pouco doloroso não ver o seu sorriso se abrir quando nossos olhares se cruzaram. Eu já tinha tudo planejado, mas você não seguiu o roteiro. Existe uma expressão em coreano equivalente a garoto maldoso. Ela é tão sonora que eu quero que você pesquise e me imagine te dizendo isso.

Faz meses que eu não te escrevo. Por aqui, devem fazer anos. Mas, naquela última carta eu disse que precisava escrever para outra pessoa. Continuo fazendo isso e é tão bom ter respostas. Foi uma espécie de cura que eu de fato acreditei que tinha te esquecido.

Eu disse: "vamos nessa, deixa ele de lado, sozinha é bom demais para pensar no cara errado" (se eu agora cito música sertaneja? aparentemente). Mas, é claro que você tinha que aparecer no momento mais improvável, naquela hora em que eu não te esperava de forma nenhuma. É muito difícil desistir de você. (Eu realmente gostaria de conseguir escrever em coreano porque tem uma expressão que indica intensidade que caberia muito bem aqui.)

E, caramba amor, eu realmente estou bem. De verdade. Eu percebi que estar solteira é muito bom. As minhas decisões são só minhas. Eu posso fazer qualquer coisa. Qualquer coisa. E eu tenho grandes planos de viver uma vida com propósito nos quais uma família seria meio que uma coisa complicada.

Veja bem, se eu quisesse, poderia mudar para o outro lado do país amanhã. Mas, se a gente estivesse juntos, não seria bem assim. Um casal tende a se estabelecer, se acomodar e eu não quero isso. Acho que nunca vou querer.

Mas, eu ainda quero você comigo. Como não? Você fez meu coração disparar como se eu ainda fosse uma adolescente. Minhas mãos tremeram! E isso só de te ver. Eu sou uma boba. Uma boba apaixonada.

Não é fácil te amar de longe. Mas, tenho certeza que também não é fácil te amar de perto.

Acho que eu só queria dizer que eu estou vivendo muito bem a minha vida. Ainda apaixonada, porque é muito difícil não amar você, porém já me acostumei com a sua ausência. Agora, o estranho seria te ter por perto.

Enfim. Sorria se a gente se encontrar outra vez.
Talvez na próxima carta eu já consiga me expressar em coreano.
Note: eu já estou pensando em outra carta.
Vamos acabar com isso.
Estou exausta de correspondências.
Venha falar comigo.

Com carinho.

Continue a nadar!

0 comentários